19 janeiro 2007

Sebastião do Rio

Saint Sebastien sur la mer - Pierre&Gilles
Todo mundo deve saber que São Sebastião foi um mártir e santo cristão.
E que é comemorado no dia 20 de Janeiro e celebrado oficialmente como o patrono da cidade do Rio de Janeiro.

Sebastião do Rio - Jôka P.

Ainda que informalmente e por razões mais do que óbvias, São Sebastião também é considerado o santo patrono dos gays (ou pelo menos dos católicos, naturalmente).

Saint Sebastian - Rodenbach

Seja na visão glamurosa dos fotógrafos franceses Pierre et Gilles, nas flechadas mortais vistas no belo vídeo-clip “Losing My Religion”, da banda pop R.E.M. ou através do olhar sensível de muitos artistas plásticos, o contexto pode até mudar, como também mudam as personagens, as línguas e as cores.

Saint Sebastian- Heerdink

Mas o que prevalece é a mesma mensagem terrível: um final inevitávelmente trágico sempre reservado aos gays na mitologia perversa, cheia de culpas e de castigos do mundo católico e cristão.

Amém ?

25 comentários:

Marcia disse...

Ahh que triste isso Joka :(

Vamos tratar de mudar esse final...

Eliana Machado disse...

Boa Noite, Jôka
Graças a Deus que o meu Cristianismo não tem nada a ver com o Cristianismo das igrejas, seja católica ou evangélica.
O Cristianismo para o qual eu fui chamada a viver e a pregar são os ensinamentos que Cristo nos deixou, quando em sua vinda.
O Cristianismo que eu vivo, jamais faz justiça pelas próprias mãos ou pelo seu próprio julgamento.
ENTREGA TUDO AO SENHOR, ELE É QUE TEM QUE SER O JUIZ.
Cada um colhe aquilo que planta, esta é a lei.
Por isso as nossas palavras, as nossas atitudes, os nossos sentimentos é que faz a nossa história.
Faça tudo com amor e tudo dará certo pra você. O resto é resto.
Um ótimo feriado pra todos,
Felicidades,
Bjs.

Eliana Machado disse...

Jôka,
Eu não sabia que o comentário estava ficando preso e achei que não tinha entrado ai coloquei outro.
Escolhe aquele que você quiser pra deixar.
Obrigada,
bjs.

anlene disse...

Oi Jôka, acabo de mandar para o e-mail que encontrei aqui no teu blog a foto do Copa Palace que havia prometido. Lá no meu blog tem mais uma que você também vai gostar. Feliz dia do Rio para você. Besito

Taia disse...

Salva São Sebastião e que ele ajudde a cuidar da Cidade e acabar com toda a discriminação aos homossexuais.
Padroeiro é para essas coisas né não?!
Beijo querido

Anônimo disse...

Jôka,
quero saber mais da história de S. Sebastião... vc aguçou minha curiosidade ... vou procurar saber ... Parabéns ao nosso Rio de todos os brasileiros!
Lindas as imagens.
Beijos!

gugala disse...

Pierre&Gilles arrasam. abç

Lila disse...

Oi Jôka! mas esse final não precisa ser assim não...
beijos e bom dia pra vc...

junior disse...

E não são somente as religiões cristãs heim querido Jôka, entre os muçulmanos existe até pena de morte para o homosexualismo.
Beijão (oops! ai meu são cristovão, rss)

Sonia disse...

Quando eu era criança me lembro da imagem de São Sebastião com o corpo todo flechado, tanto nos “reclames” da Pomada São Sebastião, em bondes e ônibus, quanto no armarinho de remédios em casa. Êpa, essa memória denuncia a minha idade! (risos). A imagem do santo sempre me impressionou pela barbaridade do castigo. Não sabia que ele é considerado o santo patrono dos gays e como você disse, expressando a mensagem terrível de perseguição. Ótimo post Jôka, imagens e conteúdo!

eduardo disse...

Sempre é bpm aprender. Não sou muito ligado aos santos. Mas qualquer conhecimento não se pode desprezar. Obrigado Joka.

Janaina de Almeida disse...

Olá Jôka,
é muito inetressante esse mundo dos blogs, porque vc pode ver como cada um pode abordar o memsmo assunto de uma maneira diferente.
Também fiz a minha homenagem ao Rio de Janeiro e São Sebastião.
Mas Jôka, o pouco que li sobre sua história é que ele foi atingido pela inveja...como há e sempre houve pessoas perversas e ruins nesse mundo...
E pode-se observar que ele não escolheu religião nenhuma,só cumpriu com a sua tarefa aqui neste mundo, mas , infelizmente, acabaram cruelmente com a sua vida.
Beijos e tudo de bom,
Janaina de Almeida, Vila Isabel.

Márcia(clarinha) disse...

Aff! nem sabia que era o santinho padroeiros dos gays..
A igreja é mestra em nos colocar culpas e nos sobrecarregar de preconceitos, melhor seguir nossos instintos e sermos felizes, aí sim: Amém!
lindo final de semana
beijossssssssss
Carinhos em Gigi
Sexta vc vem? tem carona pra volta,ok?

Anônimo disse...

E o que o Vaticano diz dele ser o santo eleito pelos gays como padroeiro?
Sera que o Benedito vai virar gay friendly?
Depois que a Donatella elegeu seu secretario como muso eu nem me surpreenderia.

Márcia(clarinha) disse...

Uebaaaaaaaaa, guardei muito bem guardadinho no fundo do meu coração,rsss[leia como se estivesse recitando batatinha quando nasce....]
Obrigada querido,
beijossssssssss

Anônimo disse...

putzzzzzz, que lindoooooss! :))
.
.

ah! te perdi e agora te achei de novo! uhuuuu!

te favoritei viu!

mil beijos
:***

Angela Ursa disse...

Jôka, eu não sabia que São Sebastião era protetor dos gays. Mas que pena essa imagem trágica da punição pelas flechas! Beijos da Ursa da super madrugada!
PS: Por coincidência, eu tinha enviado por e-mail uma charge carioca com o São Sebastião.

Vera Fróes disse...

Jôka, primeiramente parabéns para a Cidade Maravilhosa, que esse ano quero visitar.
Adoro esses quadros dos jovens sendo flechados. Sou católica mas não julgo as pessoas pela sua sexualidade e sim pelo caráter.

Bjokas.

Jôka P. disse...

Vera, você é uma boa garota !
Uma garota que sabe juntar LÉ com CRÉ.
BeiJôkas

Jôka P. disse...

E obrigado pelas visitas e por todos os comentários.

"Desculpe o AUÊ, eu não queria magoar você."
( Rita Lee )

Anônimo disse...

Sebastião sobreviveu às flechadas. Foi ao imperador reclamar e acabou morrendo linchado, coitado!
Por que virou ícone gay, não sei, mas ele é a cara do Rio, da dualidade que a cidade encerra desde sua descoberta (os portugueses acharam que a Baía era a Foz de um rio) até sua fundação (criada pelos portugueses para lutar com os franceses que aqui haviam chegado para fixar-se e criar a França Antártica). Sebastião é tudo isso também.
Beijo!

Carol disse...

Jôka, infelizmente a Igreja Católica sempre viveu em cima de preconceitos mil: com gays, com mulheres "bruxas", com pessoas separadas, com quem queria praticar sexo seguro... talvez em algum momento da História a repressão tenha feito algum sentido, mas hoje é somente um grande anacronismo. Sinceramente, eu não acredito que Deus, Jesus ou Nossa Senhora estejam tão interessados assim nesses detalhes de nossas vidas - se estiverem é prova de que a vida nos Céus é muito, muito chata mesmo...
Bjs.

Tina disse...

Jôka !

Não digo AMÉM para discriminação, mesmo sendo católica praticante. Cada um sabe de si e meiu lema é LIVE & LET LIVE! Simples assim.

Parabéns ao Rio, estou indo de novo dia 24, comemorar no Rio o Dia de São Paulo! (rs) Quem sabe te encontro numa caminhada matinal pela Av.Atlântica? Tudo pode acontecer. Gostei das imagens.

beijos querido,

Dani disse...

Muito bacanas esses trabalhos, adorei todos!!! :-)
O que não pega bem mesmo é a discriminação, mas o que esperar da religião quando o assunto é homossexualidade? A Igreja ainda é medieval ao tratar destes temas, lamentavelmente.
Tomara que algum dia isso venha a se modificar, para que todos possam viver numa sociedade realmente livre de preconceitos e estigmas.

Grande beijo, Jôka.

A comentarista disse...

Hummm...hoje em dia acho que a igreja nao tem muito a ver com o preconceito que as pessoas possam ter contra os homossexuais.Nao é um preconceito religioso, é social mesmo. Acho que a maioria dos católicos só pisa na igreja em dia de casamento. O "diferente" nao é aceito, só isso. Quem sabe daqui a mais 2000 mil anos o Brasil vai aceitar com naturalidade os gays, como está acontecendo agora na Europa ( claro que da porta pra dentro, muita gente torce o nariz, mas na rua é um comportamento inaceitável destratar alguém pela condiçao sexual). Vc viveu na França nao? Vc sabe...
bjs