04 agosto 2008

Prazer solitário

Já faz tanto tempo, nem sei por que fui me lembrar disso agora.
Escola. Eu era muito alto e magricelo. Cabelos cor de palha, espigaçados. Calado, quase mudo, fechado, tímido e perdido em sonhos. Notas medíocres e um tédio infinito. O tempo que nunca passava. Por qualquer motivo fugia das aulas e ficava desenhando. Isso acabava atraindo alguma atenção.
Como desenhava bem, então estava resolvido: desenhar se tornou minha forma de sedução.
Alguém se aproximava, ficava olhando em silêncio, até que pedia: - Faz um desenho pra mim ?
Pronto. Essas eram as palavras mágicas: “Faz um desenho pra mim ?”.
Ei anjo, por qual janela aberta você entrou voando ?
Algumas vezes o céu chega tão rápido.
Fly me to the moon.

Quadros - acrílica sobre tela - Jôka P.

15 comentários:

SuEli disse...

Bom Dia, Jôka
Faz um desenho para mim?

DO disse...

Tbem quero...


:)

Kenia Mello disse...

Que lindo, Jôka.
Namorei um uruguaio que também era desenhista. E foi justamente assim que ele me conquistou: "Faz um desenho pra mim?" E ele fez. Vários. :)

Helena disse...

Já tinha espreitado as tuas telas, lá no site da galeria. Parabéns Jôka, pelo teu talento.

Chris Pessoa disse...

Já que está todo mundo pedindo, eu também quero... Faz um desenho pra mim? :-)))))
Talentoso desde cedo! Parabéns!
Bjo!

Laura disse...

Nesse caso eu era bem parecida com voce. Sentava la tras e fica desenhando metade da aula, e sempre tinha um colega de classe que me pedia pra desenhar pra ele.

Eugênia Franco disse...

Jôka,
eu tenho o privilégio de ter um desenho seu. Já fui seduzida ...
Solitário que nada ... é o louro mais famoso de Copacabana e da blogosfera e muito querido!
Beijos e boa semana!

janaina de almeida disse...

N aminha época de escola também era "menos solitária" porque sabia desenahr e fora que tirava boas notas.
Um abraço.

Denise! disse...

Oi Jôka,

E cedo se revelou esse belo talento. Parabéns, seus quadros são demais.

PS.: Como foi a primeira visita escolhi a Confeitaria Colombo tradicional, quem sabe na próxima oportunidade eu vá na do Forte.

Boa Semana!!!
Até Mais!!

Jôka P. disse...

Nunca entendi o porque desse fascínio pela confeitaria Colombo. Os doces são grosseiros e os salgados pesados e super gordurosos. Tudo o que é servido lá pode ser encontrado em qualquer padaria de bairro, só que com muito melhor qualidade.
A Colombo do Forte do Posto 6 de Copacabana de bom só tem a vista, porque a comida é nojenta e o serviço pra lá de péssimo.
Confeitaria Colombo é só pra turistas desavisados.
Palavra de Carioca.

Tia Cris disse...

Na escola todo mundo me esculachava, mas ao mesmo tempo adoravam meus desenhos. Nunca entendi essa relação "tapas e beijos" dos coleguinhas comigo.

bueno disse...

Paralelos:

Engraçado, embora as notas não fossem ruins, pelo mêdo que eu tinha do esporro dos meus pais, eu também ficava de lado, desenhando. E todos os amigos que conquistei foram com o tal "faz um desnho pra mim?"

Queer Girls disse...

Jôka,
Invejinha do bem de quem desenha....
Não sei nem fazer casinha! :(
Mas, vem cá, que rapazes, hein??
baci!!

FINA FLOR disse...

danço, canto, escrevo e brinco de interpretar e mas moooooooorro de inveja de quem desenha [branca, claro].

beijos, querido

MM.

Lu Toledo disse...

Acredito em notas mediocres. Sempre!