25 junho 2009

Copacabana me engana (que eu gosto)


Você não vale nada mas eu gosto de você.


Foto - Jôka P.


18 comentários:

Ritoca disse...

Jôka,

Isso é poesia em forma de imagem.

Parabéns!

Abs!

PS:Deixei a resposta à sua pergunta, lá no comentário do Blog.

Ester Malafaia disse...

Rs... Queria entender o que essas pessoas estavam fazendo. Ou o que pretendiam fazer. Sei lá. Queria entender. Good.

ana de toledo disse...

Noooossa!! Tá tudo muiiiiiito feio por esse ângulo!!!!

turista de passagem disse...

Poesiaaa?? Só se for do tipo "Sampa" às avessas.
Se essa foto fosse o cartão de visitas para se vir à praia de COpacabana, alguém viria???????

claudio martins disse...

jonas , isso é santos né ?

bueno disse...

Berlin é uma maravilha que é uma merda.
Copacabana é uma merda que e uma maravilha.
(livre adaptacao do dizer popular)
Qto ao telefonema, nao foi favor nao, foi prazer mesmo. Ela estava bem, calma e foi possível que nos divertíssimos. Queridao é tu!

dudu oliva disse...

Belas fotos!!!

Alziro Patafisico disse...

Fotos lindas... Pura poesia!!

Liliane de Paula disse...

Avenida Copacabana enrolando um namoro?

Janaina disse...

Jôka meu Rei, não gosto de ver ela assim, toda obscura.Mas também, uma linda moça precisa de hidratar para repor as energias e voltar a brilhar...
Copacabana, te amo com toda a sua pluraridade e contradições.
Beijos, lindão!

*Lis* disse...

"E à tardinha o sol poente deixa sempre uma saudade na gente... Só a ti, Copacabana, eu hei de amar..."
Lindo, lindo, lindo.
Beijos

Luciana Santos disse...

Oi Jôka,
Que foto terrible...

Dei risada qdo li seu comentário sobre o diploma. Vc está certo, tem mesmo jornalista por aí que fala pior do que, digamos, pessoas com baixo nível de instrução. Se era assim com exigência do diploma, imagina agora, sem ele. rs

bjos

Phophina disse...

Bad hair day de Copa - todo mundo tem um dia desses...

Beijocas da Phophina

PS.: adoro essas palavrinhas de verificaçao (muito inspiradoras), vou passar a publicá-las aqui - hoje é tyrimpli - deve ser parente de pirlimpimpim, algo de mágico no ar.

Angela Ursa disse...

Jôka, a calçada está coberta de areia. Que chuva teve por aí, hein?
Esse casal no banco parece uma escultura exótica de Copacabana. Beijos cariocas da Ursa florestal!

Rubens Netto disse...

Perfeitas as fotos, a sua visão é original e cheia de sensibilidade, nunca havia visto a
Praia de Copacabana por esse prisma melancólico.

morador de copa disse...

Gente, pera aí, vamu combinar: ninguém acha isso aí feio não é??
Só eu e uma moça ali em cima...
SE a foto estivesse no Jornal Extra todo mundo ia cair de pau e dizer 'é realmente essa praia merecia mais atenção, está toda mal cuidada blá-blá-blá, mas só porque foi tirada pelo amiguinho charmoso vira poesia, melancolia, originalidade, sensibilidade??ah vai.. que coisa esquisita essa maneira de mascarar a realidade à frente, crua e nua como ele muito bem retratou. Acredito que a intenção dele era fazer uma poesia/melancolia com cara de Bukowsky, Jean Genet, mas realidade rascante e acima de tudo feia.
Um forte abraço

Anônimo disse...

bárbaro, arrasou jôka!

googala.opsblog.org disse...

o corte da foto que ocasionou a terceira foto ficou bárbaro.
abçs paulistanos