14 outubro 2005

A cerimônia do adeus



Às vezes, eu dou nomes verdadeiros às pessoas.
Na maioria das vezes, não.

Aqui, alguns vão aparecer com seus nomes num lugar, e em outros não.
Mas são todas reais.

E o que eu escrevo, fez realmente parte da minha vida.


Quando eu era criança, me sentia fascinado pelo mar.
Acordava no meio da noite, abria a janela do quarto, e ficava olhando o oceano escuro de Copacabana.
Se estivesse bravo, com ondas estourando na areia , eu fazia uma reverência pra ele.
E depois um pedido.
Que nunca, ninguém que eu amava, poderia me deixar.

Como P.
Lembro de quando me sentei sozinho ao seu lado, pouco antes daquela manhã que seria a última.
Os médicos e enfermeiras entravam e saíam sem parar.
Tudo era pressa e preparativos em torno de nós.
Era como se estivéssemos sós.

Eu tinha vinte e seis anos, morava em Berck-sur-Mer, no Norte da França.
E tentava ser corajoso.

O vazio que ficou em mim, depois de P., virou uma espécie de buraco.
Onde depositei todas a minhas experiências posteriores.

Chegou aquele momento na vida, no qual finalmente podemos olhar o livro das respostas.

Mas não existe resposta nenhuma.


Poucos dias depois voltei pra Paris.

Olhando pela janela do trem a paisagem gelada do inverno, entendi uma coisa.

Aquela paisagem era eu.



38 comentários:

nanbiquara disse...

História bonita e triste, música linda, apesar de uma gelada paisagem de inverno se confundindo com você.
É, amigo Jôka P., não existem respostas no livro das respostas mas existem a vida que se renova e a esperança, mesmo depositadas em um buraco.
Um beijo grande para você e só coisas boas daqui para a frente, :).

Diana disse...

Bom dia Lord Jôka P.....

Será que P. gostaria de saber que o ''buraco'' está servindo pra isso??????......
As respostas sempre existirão meu Lord.....as vezes a hora não é agora......
Carinho pra vc.....
Bjs....

Vera Fróes disse...

Jôka, não sei o que estava acontecendo que não estava conseguindo entrar no teu blog, há três dias. Mas finalmente consegui hoje. Adoro música nos blogs!!!É mais uma maneira de conhecer um pouquinho as pessoas.
Não vou falar de coisas tristes pois acho que sempre aprendemos com o sofrimento.
Bjos estalados de alegria por coisas boas que virão!

luma disse...

Essa lacuna que sente pela perda de uma pessoa querida não é muito diferente do que sente muitas outras pessoas que também passaram por situações mais ou menos equivalentes, a nossa dor sempre é maior que a dos outros. As pessoas enxergam nossos olhos, mas não sabem o que se passa por trás deles. Você enxerga o mundo com tantas cores, não é possível que seja só inverno, talvez um lado seu seja inverno.
"O correr da vida embrutalha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa. Sossega e depois desinquieta. O que quer da gente é coragem"(Guimarães Rosa)
Coragem menino! Bom fim de semana! Beijus,

milton toshiba disse...

Divirta-se no fim de semana.

Jôka P. disse...

NAMBI !!!!
Veio da Bahia pra me visitar em Copacabana e deixou essas palavras tão bonitas !!!
ÊBA !!!
Bjs !!!
==================================
LADY DIANA !!!!
O carinho de meus amigos e amigas que vêm me visitar aqui, preenche o "buraco" ...
:)
Obrigado, leidinha !!!
JÔKA P.

Palpiteira disse...

Acho que existem respostas para todas as perguntas e estão todas aí, bem dentro de vc. TODAS. Só que é preciso fazer silêncio e querer ouvir.
Lindo dia pra vc. Lindo mesmo. Que vc encontre a paz que tanto busca. AGORA.
Beijo. Te adoro.

Jôka P. disse...

VERA FROES !!!
Não consegue entrar aqui na página há 3 dias !!!!!!!

X*#%Z&*@!!!!
PIIIIII !!!!!
PIIIIII !!!!!

Está um caos pra conseguir acessar a nossa Avenida, é ??!!!!
SANTA PERIQUITA !!!!
E eu vou me queixar com quem ???
Vou tentar me queixar à Nossa Senhora de Copacabana...
Será que a virgem poderosa dá uma forcinha ?
Bjs,
e obrigado por sua perseverante visita !
:)
JÔKA P.

Jôka P. disse...

LUMA !!!!
que lindas as palavras de Guimarães Rosa que me deixa aqui hoje !!!
Tem razão, é preciso ter coragem pra viver !!!
Sobretudo se a gente vive no Rio, e em Copacabana, né, LUMA !!!
BJs e
bom fim de Semana !!!
:)
**********************************
MILTON TOSHIBA !!!
Um super Fim de semana pra você e sua família !!!
Um abraço e obrigado !!!
:)
JÔKA P.

Saramar disse...

Jôka, bom dia.

As perdas não têm respostas. Só nossa força para continuar vivendo pode quebrar esses gelos, deixando o sol ir entrando, aos pouquinhos.

Lindo post. Obrigada

Quel disse...

Quando há perda - e sempre há - em nossas vidas, nos tornamos sim, gelados, ou duros. Mas o tempo - aquele velho amigo - sempre nos protege de alguma forma. E uma coisa eu sei, que peço à Ele que derreta o gelo, pois o que conheço - o pouco - de gelo não tem nada. É chama, pura e linda. VC é assim pra mim.
Beijo no seu coração e bom final de semana

Lu OlhosdeMar disse...

nossa que lindo. as perdas nos deixam um buraco, um vazio, que só com o tempo aprendemos a conviver. Um super beijo e uma ótima sexta!

Jôka P. disse...

PALPITEIRA !!!
Ciber estrela loUra !!!
Eu também, minha querida.
Eu também ADORO você.
Sério.
:)
Bjs,
JÔKA P.

Ivana Arruda Leite disse...

Jôka, que você tenha um fim de semana bem ensolarado e que também se reconheça na paisagem desta vez. Um beijo.

Lu OlhosdeMar disse...

amigo.. por aqui os pastores usam bermuda, contam piada...fazem careta....usam boneh... sao gente como a gente ( coco...xixi...hahahaah). deste tipo aih que vc falou...terninho de tergal e afins... to cheia. quero gente verdadeira, gente tranparente, que ajuda qdo a gente cai, que chora qdo a gente sente dor, q ri qdo a gente tah feliz e que pede perdao qdo erra.

alias, esta eh uma regra geral para escolher amigos... que nem vc! um fofo!!!

beijoks. adoro suas visitas!

Taia disse...

Bela e trriste história. Meu Lindo mande um beijão para sua mãe. A minha está bem Graças a Deus! Chegamos agora, ela fez uma cirurgia na boca, vai ficar de repouso 4 dias, tá cheia de pontos, foi feia a coisa. Mas ela está bem e sem dor por enquanto por conta da anestesia. Minha preocupação é depois... Enfim, tô aqui cuidando dela. Um beijo no seu coração, te adoro mesmo!

Lila disse...

Oi Jôka! somos seres sempre em buscas de respostas não é mesmo? e às vezes elas estão na nossa "cara" e não conseguimos enxergar!
Na foto do meu blog, sou a de preto, a de turquesa é a Danni,a de rosa é a Elisa e o rapaz é o Saraiva, matei sua curiosidade? rs....beijos e bom fim de semana!

Angela Ursa disse...

Querido Jôka, a Ursa não parou hoje. Por isso, voltarei mais tarde para responder com calma. Desejo muita luz e calor para o seu coração sempre! Beijos!

Jôka P. disse...

Take it easy, URSA !!!
;)
bjs, JÔKA P.

Gená disse...

Jôka,
perdas e sofrimentos reviram nossas vidas. Mudam tudo. E nada é por acaso. Ficamos melhores depois de tudo!
Beijos!

Liliane disse...

Jôka,perder quem a gente ama é como perder um pedaço da gente. Dá até pra continuar a vida. Mas vai estar sempre lá, o pedaço faltando pra gente lembrar. Detesto ouvir que a gente aprende com sofimento. Parece acomodção.Sofrimento não me ensina nada. Eu quero mais é ser feliz.
Liliane

Lia Noronha disse...

Jôka: o clima aqui está pra lá de nostálgico!
A música é estonteante,amei tudo!
Boa noite de sexta-feira e um belo final de semana!
Beijos carinhosos.

Lia Noronha disse...

Jôka: aproveito para te avisar...que os códigos do meu Cotidiano já foram decifrados!
Beijinhos mil!

Janaina Staciarini disse...

Ai, Jôka, que história mais linda linda linda... Música tudo a ver... Um grande beijo.

Ana D disse...

JÕka, eu adoro quando vc é emocional...geralmente adoro seu blog tão chic e noir, mas quando vc é emocional como neste texto,vc transcende...sei q as vezes alguns textos, ate mesmo os meus, transpiram um tantinho de melancolia, mas o q psso fazer se isso me emociona ? rsrs este teu texto, PQP, sem palavras e TINHA q ter este fundo musical...Lindo, lindo. emotivo ..beijo JÕka

Priscila disse...

Je t'aime tes histoires.
Bom fim de semana!

Luci disse...

Muito lindo o que vc. escreveu.
Fica um buraco, fica faltando um pedaço.
Mas já pensou que não fosse P. vc. não teria o buraco, a falta, o frio.
Embora doa, é bom saber que aconteceu!
bjs!

Jôka P. disse...

Foi um dia bacana.

Me sinto triste e feliz dentro do silêncio de Copacabana à noite.
Até a Avenida Copacabana está dormindo agora.

Eu já morri dezenas de vezes.
Muitas mesmo.
Morre-se muito durante uma vida.
E de amor morri muito.

Eu já quis ser Andy Warhol.
Já quis ser Almodóvar.
Já quis ser Superman e poder voltar o tempo.
Já quis ser um monte de gente,
mas agora quero ser eu mesmo.
Com tudo que tenho direito.
Principalmente as alegrias.

A vida só é possível se reinventada.

Porque não existe a vida.

Existe o caos.

Que você monta como achar melhor.

Angela Ursa disse...

Amigo Jôka, voltei! Hoje, você iniciou e fechou seu dia com duas lindas mensagens! Beijos carinhosos!

Taia disse...

Oi Lindo, tenha um belo dia! Beijo na Gigi P. e outro pra vc!

Vera Fróes disse...

Jôka, claro que o ideal é que não sofréssemos nunca! Mas se é inevitável, porque fazê-lo mais triste do que é. Muitas vezes temos que juntar os caquinhos e nos refazer, e é aí que nós crescemos e podemos ser felizes novamente. E é isso que desejo para vc. Tenho certeza que vc encontrará o amor novamente, basta não se fechar para ele e não ficar vivendo do passado, que é importante por ser uma parte da nossa vida, mas é PASSADO!
Bjos bacanérrimos!

Anônimo disse...

ola, faz tempo q eu não vinha por aqui, acontece q tenho muitos trabalhos pra fazer pela net, e acabo ficando meio sem tempo de fazer uma visita aos amigos, mas tá aí, passei por aqui pra vc não pensar que eu esquecir o seu blog.
Quando terminar essa correria de trabalhos, trabalhos e trabalhos, eu vou ter mais tempo e passo outras vezes por aqui.
abraços...

Jôka P. disse...

Tá...
Mas quem é você ?!?!
!!!

Laura disse...

Que lindo.
bj laura

Patricia disse...

Jôka querido, que bom que você pode
se despedir...a vida é assim...
encontros e despedidas, mas só os especiais os lembram com tanto carinho.

cassio disse...

belo texto!...esses momentos sao os q parecem nos acordar pra isso aqui!nao se passa impune pela perda de um alguem amado...adorei a foto do clovis bornay!ele era a cara de Copa...certa vez cruzei com ele caminhando na praia...lindo!bjs e bom dia!

Jôka P. disse...

CASSIO !!!
Que bom que veio me ver, meu anjo !!!
ÊBA !!!!
;)
JÔKA P.

Dani disse...

Ai Jôka.... que coisa linda... me fez lembrar a minha própria história e o meu lema: 'se eu tenho que morrer um dia, então eu quero morrer de amor'. Beijos...
PS: Só fui ler esse post hj...