02 fevereiro 2008

Carnaval 2008

Essa manequim glamurosa está fazendo carão bem na entrada do Centro Comercial de Copacabana.
O Centro Comercial é o shopping mais antigo da Av. Copacabana, com muitas lojas de fantasias e roupas de show. É lá que as mulatas profissionais e passistas do balacobaco se abastecem de biquinis cheios de brilhos e de plumas, pros espetáculos que vendem bundas rebolantes pelo mundo afora.
Ôskindô-ôskindô lê-lê !

Claro que não resisti e fiz essas fotos.

Copacabana está atochada de turistas.

As estrangeiras são recatadas. Raramente saem pra passear com roupas menores que bermudas e camisetas. Colocam uns chapéus e óculos engraçados e sempre carregam garrafinhas de água mineral.

Já as turistas brasileiras muitas vezes andam pelo calçadão da praia só de biquini, como se estivessem lá na beira d´água. Daí ouvem o que querem e o que não querem. Acham normal, mas é falta de noção.

As cariocas jamais fazem isso. Colocam sempre um vestido ou uma mini-saia sobre a roupa de banho pra sairem da praia.
As visitantes do interior do Brasil usam saltão com plataforma e maquiagem de show desde que acordam, vão à praia assim.

As mais jovens usam gloss com glitter e cabelos de chapinha. Todas elas imitam a Sandy&Junior.
Juro.


Divirtam-se. Usem camisinha. E enquanto a pessoa certa não aparece, a gente se diverte com as erradas.



Fotos - Jôka P.

21 comentários:

Sonho Meu disse...

Ai que saudades me dar, olhando essas fotos e lendo o teu post.
Ano passado me desloquei, na semana pre-carnavalesca, pra Recife e Olinda e frevei como ninguem. Esse ano tô aqui sem nem noção do que é carnaval. Grngo na gringolandia se comporta como gringo...mas quando vao pro Brasil se transformam.
Carnaval já começou????
bjos,
me

Marco Antonio disse...

Eu sempre morri de rir dos turistas... mas discretamente, pra eles não perceberem. HAHAHAHA

E ótimas fotos!

Cadinho RoCo disse...

É incrível o comportamento das turistas brasileiras no verão Rio de Janeiro.capazes até criarem algum constrangimento às queridas nativas e habitantes dessa maravilhosa Copacabana.
Cadinho RoCo

Adélia disse...

Sou mineira e vou freqüentemente ao Rio de Janeiro visitar parentes e curtir o verão carioca. Porém quero deixar bem claro que jamais exibí as nádegas em vias públicas.

dudv disse...

Como sempre escreve com um humor interessante.

Laura disse...

Joka, estou aqui nesse frio de Boston tentando esquecer do carnaval. Quando chega essa epoca do ano so falto chorar!
Adorei a fantasia na manequim, bem colorida!
Nunca andei no calcadao so de biquini, acho UO!!

Alberto Pereira Jr. disse...

é o jeito né?.. enquanto não aparece a pessoa certa a gente se diverte com "outros"... hehe muito carão essa manequim

Ana disse...

E eu, o Sr. Oshiro e a Srta. Oshiro loucos por uma janela anti-ruído pra podermos ouvir Adriana Partimpim em paz!!!!

Angela Ursa disse...

Jôka, a Ursa carnavalesca chegou do desfile de blocos e veio sambar aqui no Avenida e ver a fantasia do Centro Comercial :)) Beijos!!

Quel disse...

Cuida do meu cantinho, tá?
Faça bolos, tome um café, convide os amigos para um papo, quando eu voltar quero ele bem gostoso, bem feliz.
Porque vc é assim e sei que tomará conta direitinho para mim!

beijo em todos aí

Quel

Márcia(clarinha) disse...

Uia!!Viva os sem noção, são a alegria do carnaval!!
dias felizes JÔka com carinho em Gigi
beijos

Saramar disse...

A manequim é linda, agora, meu querido Jôka, grotão é grotão, mesmo à beira mar. Aliás, principalmente à beira mar.
Que vergonha! Depois, os turistas irão comentar nos respectivos países que aqui, a mulherada (perdão) anda nua pelas ruas.
E ainda brigam quando os estrangeiros falam mal do Brasil.

beijos de confete (de açúcar).

Liliane de Paula disse...

Jôka, acho que a bunda bonita até pode mostrar, mas, é mais elegante, cobri-la.
Liliane

palpiteira disse...

Maquiagem de show desde que acordam. Ô maldade!
Gostei das minhas três vidas passadas. Minhas invenções foram fantásticas e são história.
Diversão. É pra isso que a vida existe.
Beijo da loura maquiada :)

Lila disse...

Oi Jôka, imagino o que você não vê, ou melhor, o que você vê nessa época por aí...
beijos

Polly disse...

A descrição que vc fez do povo do interior é honestíssima!!! eu acho que a cafonice deles é bem mais engraçada do que a dos turistas...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Polly disse...

ei jôka..e bloco das carmelitas hein?? eu já brinquei nele, nossa...era tão bacana, ainda existe?? que saudade!!

Paçoca disse...

Querido Jõka,
Vesti a carapuça. Preciso cuidar do meu blog e mostrar o quanto interessante ele pode ser. Ocorre que no momento eu nao tenho tempo mesmo. Tenho viajado muito e ainda não tenho um laptop, mas não percas por me esperar. Um beijinho da Paçoca.

Dani disse...

Ih, também vesti a carapuça da Paçoca. rs
Mas é verdade: o tempo é curto, curtíssimo. E nem sempre consigo comentar nos blogs alheios, devido a "paus" do próprio Blogger. Muitas vezes fico sem computador.
Enfim, uma série de razões para ser essa blogueira relapsa que me tornei. rs
Mas o blog continua lá, e de braços abertos aos amigos queridos, sempre.

Grande beijo, louro.

Klero disse...

Minha prima estava comentando que em Paris, é nítido quando uma mulher é tursita vinda do lado central ou leste de Europa: muita maquigaem, muita cor, muitos acessórios. A teoria corrente é de que elas resolveram correr atrás do consumismo após a reunificação...

india disse...

ei eu sou do interior do tocantins mas eu nao ando dando estes shows nao,,,alias vivo na holanda e conhesso varias cariocas q anda torta com o peso da maquiagem e elas anda mostrando muito aqui no verao.na verdade sendo bem inteligente nao podemos generalizar ,todo lugar todo pais tem bandido ladrao e puta sacou?