22 fevereiro 2010

Na Terra do Coração

"Meu coração é um bar de uma única mesa, debruçado sobre a qual um único bêbado bebe um único copo de bourbon, contemplado por um único garçom. Ao fundo, Tom Waits geme um único verso arranhado. Rouco, louco. (...)

Meu coração é um filme noir projetado num cinema de quinta categoria. A platéia joga pipoca na tela e vaia a história cheia de clichês.

Meu coração é um deserto nuclear varrido por ventos radiativos. "


[Caio Fernando Abreu - Na terra do coração]


Fotos - Jôka P.


17 comentários:

Alziro Patafisico disse...

O Caio sempre me deixa triste/feliz.....

Quel disse...

Saudades
Qaundo tiver net te aviso
beijos beijos, adorei o texto....

Dani disse...

Eu me sinto absolutamente traduzida por essas palavras.

Beijos...

Angela Ursa disse...

Jôka, o texto é muito bonito e forte. Beijos da Ursa

Márcia disse...

Ainda bem que nessa terra tem coração, mesmo que batendo de raiva, de amor, de dor...
JÔka esqueceu meu aniversário, buááááááááá, mas tudo bem, meu coração disse que JÔka me ama, rsss
beijos carinhosos procê e Gigi

Leandro K. disse...

tenho medo de manequins
pronto

Janaina disse...

Gostei dessa frase:"MEU CORAÇÃO É UM FILME NOIR PROJETADO NUM CINEMA DE QUINTA CATEGORIA..."
Beijos,lindo.

Márcia disse...

JÔka,
fui ontem ao Ensaio Aberto da Gaiola das Loucas, a-do-rei!!!!
Um atraso de quase uma hora e meia não tirou o brilho da peça e dos atores, Miguel hiláriantemente fantástico, Diogo luxuosamente perfeito, e o ator que faz o mordomo/camareira Jacó, uma comédia, rss.
Passe ao Miguel meus desejos de sucesso e casa cheia, como ontem eu vi.
beijos e carinhos procê e Gigi

Jôka P. disse...

Oi, Marcia!
Já repassei por e-mail esse seu comentário pro Miguel, tá!
Bjs e carinho pra você também

Dilberto L. Rosa disse...

Engraçado, acho que já estive por aqui, nesta avenida, não? Lembro-me do ensaio sobre a belíssima espiã... Mais legal ainda foi esta "autodescrição" do Caio: acho que a minha vida seria um filme com tons melancólicos de um "São Paulo S.A." com "La Dolce Vitta" (sem as festanças de Marcelo, ré, ré!) - pelo menos, espero, acho que ninguém atiraria pipocas na tela! Abração!

Liliane de Paula disse...

Chegou água nas calçadas de Copacabana com a fúria do mar?

Marcelo Holanda disse...

¿ Cómo estás, Jôka ? Espero y deseo que muy bien, y disfrutando de la vida con tu buen carácter.

No hace mucho estoy doidcha de la piriquitcha para saber el preccio de la ropitcha roja, decotada em fuerma de media-luna de tu último post!! É que ainda no ha conseguido euzinha gastiar todo mi 13º salário! E como partipancte de la rede de pruegramas sociales de Waaaal Street me puesso dar-me ao lujo de gastiar tiempo e dinero en cosas preciosas com esta en la pantalla!!

Um abrazo, É Criacuervos, barajo !!


PS > o verificador de palavras para sua segurança me mandou escrever o seguinte: "psynathe" !
Que diabos eles quiseram insinuar?

Denise Portes disse...

Adorei o seu blog, gostaria que você fosse conhecer o meu www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Um beijo
Denise

Denise Portes disse...

Adorei o seu blog, gostaria que você fosse conhecer o meu www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Um beijo
Denise

Engraçadinha disse...

Achei linda a poesia, Jôka. Mas bem q podia ser sua, não?

Sonho Meu disse...

Uhm...it's too complicated !

Scorpys disse...

Seu coração mesmo não te conhecendo pessoalmente é de uma pessoa extremamente sensivel,linda poesia.Tenha uma semana deliciosa,
beijusssssssss