22 julho 2007

Música para camaleões

Esses dias andei tomado de uma melancolia (quase) inexplicável.
Como se esses desastres terríveis e todos os últimos acontecimentos apavorantes já não fossem pesadelos bastante deprimentes pra deixar qualquer pessoa razoávelmente sensível, assim.
Haja Lorax.

Apesar de estarmos em pleno inverno, a Praia de Copacabana hoje está assim.
“Moro num país tropical, abençoado por Deus, e bonito por natureza.”
Andar na areia dura da beira d´água, tomar sol e ver muitas, mas muitas pessoas felizes.
É disso que eu precisava.
Voltar pra casa pelo caminho mais longo só pra olhar pra janela fechada do seu quarto - e ter certeza de que você ainda não acordou.


Se não for pedir demais, ainda espero encontrar beleza, prazer, inspiração e felicidade na rotina da minha vida tão comum.
Tem gente, como eu, que não quer e nem nunca vai querer nada de especial. Só o normal. O basicão.
Só um caminho bacana do trabalho até a minha casa.
Só o sol de Copacabana em pleno inverno.
Só corpos perfeitamente dourados. E alguns olhares gulosos. Olhares famintos de olhos negros, marrons, verdes e azuis.

Tem dias em que nós falamos praticamente a mesma lingua. Você diz que não, mas é assim.
Acreditamos nas mesmas coisas, queremos as mesmas coisas, ouvimos as mesmas músicas e olhamos pra mesma direção.
Isso não é pouca coisa. Pra mim isso já é o bastante.
Pra mim, isso já é amor.
Ou quase.


Fotos - Jôka P.

36 comentários:

olhosdemar disse...

vc é mto fofo.

Eliana Arndt Machado disse...

Boa Noite, Jôka
Está muito lindo seu post.
Hoje, realmente, fez um dia muito lindo. Abençoado por Deus.
Sabe aonde eu fui? Fui no Cristo Redentor, com a minha vizinha e o filhinho dela de 5 anos. Ela ganhou 4 ingressos e me convidou.
O passeio foi Maravilhoso em todos os sentidos, pois aproveitei tudo que tive direito.
Cada um de nós deve-se dar o direito de ser feliz como melhor sentir-se, pois nem tudo que é bom pra mim é bom para o outro.
Quando há o respeito pelas diferenças, as diferenças podem estar juntas, mesmo não partilhando do mesmo caminho.
Eu convivo com a minha vizinhança, em paz, apesar das diferenças, graças a Deus.
Moramos numa cidade Abençoada por Deus, cidade Maravilhosa, aonde a violência, a corrupção, a miséria, nos faz, às vezes, esquecer que a CIDADE É MARAVILHOSA, o povo é que precisa corrigir o que está errado.
Uma vez eu ouvi uma piada (+/-) assim: Que Deus fez o Brasil com tudo para ser um Paraíso, mas pra não ser totalmente + favorecido que os outros países, iria colocar "um povinho" pra estragar.
Isto prova que o erro está no homem e não na Cidade/País.
Para corrigir, o exemplo sempre terá que vir, primeiramente, de cima, dos governantes, dos pais, e etc...
Que Deus Abençoe a Todos,
Uma abençoada noite pra todos,
Fiquem com Deus,
Felicidades,

Jullian disse...

nossa, ki inveja!!!
eu tô em Santa Catarina e aqui tá um frio só !! dia cinza, chuva pracaramba, ngm merece!!!
saudades do Rio...

Angela Ursa disse...

Jôka, lindo o seu tópico! Me emocionei com as coisas que você falou, seu amor pelas coisas simples, a beleza da nossa querida Copacabana na sua vida. Muito carinho da sua amiga Ursa, que gosta demais de você! Beijos também para Gigi e um afago para a doce Cindy! :))

Saramar disse...

Jôka, que lindeza!
O amor no ar (ou quase), o sol, Copacabana...
Ninguém pode mesmo desejar mais, senão deixaria de ser gente e seria um deus.

Felicidades, sempre.

beijos

ana de toledo disse...

Que lindos contornos, Copacabana! Que bom que Jôka tem esse olhar de amor e faz poesia! Ele sabe te ver com todo o seu esplendor de paraíso, de Princesa!

Márcia(clarinha) disse...

Impressão minha ou Jôka está falando com o coração?
Impressão minha ou Jôka está poetando em forma de quase canção?
Impressão minha ou Jôka acertou em cheio em cada palavra dita e em cada sensação sentida desse gosto de Rio em pleno inverno de praia quente e gente tentando ser feliz?
Semana linda Jôka com carinho em Gigi
beijos
*adorei rever a foto e quero muito outro chope com vc, bora?

cat disse...

A minha janela está sempre aberta para você.

Luciane disse...

Oi, Jôka!

Ah esses olhares... só no Brasil. E o visual só em Copacabana mesmo.

Abraço

Sonia disse...

Que beleza de post, Jôka! Texto muito sensível e verdadeiro, me identifiquei com você. As fotos estão lindas e transmitem ao lado de suas palavras o real sentido de viver! Adorei! Beijos!

DO disse...

Não sei se é exagero meu,JÔKA,mas acho muito dificil mantere-se em depressão,ou triste,com uma paisagem destas...
O Rio é um elixir verdadeiro.


Abraços!!

Ritoca disse...

Oi Jôka!

Realmente a orla do Rio é um ótimo anti-depressivo. Só de ver estas fotos a gente se sente melhor.
Em tempo, tb gostei muito da fotona nova lá em cima. Tá a cara de Copa! :)

Bjs e uma ótima semana!

Ritoca

engraçadinha disse...

Sublime.
O amor é sempre sublime, até se não correspondido. Torna as pessoas melhores...

Alberto Pereira Jr. disse...

post com cheirinho de saudade e vontade de estar junto de alguém..

tb por uns dias estive triste e melancólico.. como nao tenho essa paisagem tao linda para me acalmar.. caminhei e caminhei pela paulista..

Janaina de Almeida disse...

Pois é,Jôka meu Rei, apesar de tudo temos Paris,Rio de Janeiro e Copacabana.
Um abraço.

Cejunior disse...

Belas fotos! Copacabana no inverno é tudo de bom: calor na medida certa e a praia civilizadamente cheia! rsrsrs
Além do brilho especial desta época do ano.
Tem razão Joka, com um dia desses, nesse cenário, como não ser feliz ?
Nem que seja por apenas uma hora...
Abraços e boa semana.

Tina disse...

Oi Jôka!

Amor, Copacabana, beleza no ar ...

E a vida é só alegria: aproveite.

beijos querido. Boa semana.

PS: Conte tudo, não esconda nada. Combinado?

Leleco disse...

Jôka,

Isso é que saber se expressar com palavras, imagens e coração.

Nada como andar sob o céu de Copacabana...

Um abração,
Leleco

P.S: É impressão minha, ou essa Julia Paes está aproveitando a fama da filha da Gretchen para descolar um cascalho...rs

Sraake disse...

Realmente...você anda soprando poesia! Isso é muito bom!!!!
Beijôkas!

Carol disse...

Jôka, esta pequena janela virtual que se abre para Copacabana é um colírio para meus olhos cariocas ressecado pela poeira vermelha do cerrado.

Janaina Staciarini disse...

Você me emocionou, Jôka.
Beijos.

Tom, um ser diferente... disse...

Meu amigo! Você está apaixonado???
Que MARAVILHA se isso for verdade!
E olha que, quando olhei nesse olhinhos incrivelmente verdes e sensuais, enxerguei neles um brilho especial! Não sei se por me verem (risos), ou se por refletirem essa paixão agora declarada!
Um abraço forte pra você, querido Jôka-P!

Andréa N. disse...

Que lindo isso, Joka.

Olha, ainda nao descobri o lance da configuracao do meu blog e o problema pra visualiza-lo. Assim que eu descobrir te aviso, ta?

Beijos.

Rafael Paschoal disse...

Copacabana não me engana.
É muito mais bela à noite.

Ilvia disse...

Jôka, poucas pessoas tem a sorte de ter tudo isto ao alcance dos olhos, das mãos, dos pés e saba aproveitar. O simples é, na maioria das vezes, o melhor. Continue aproveitando bastante estes dias lindos e nos contando sobre eles... não dá inveja não, dá vontade é de ir pra ver de perto.
Beijoca

Sraake disse...

Mas que inverno!!!!

Olga disse...

Em Copacabana, o inverno aquece a alma.
beijo!

eduardo disse...

Linda cronica e belas fotos!!!! como sempre arrasando!!

Ivo Korytowski disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivo Korytowski disse...

Vivi anos de melancolia em Copa depois de me separar e antes de conhecer a Mi! Se for pra padecer de melancolia, que seja aqui, na nossa Copacabana!

Chris disse...

Hum... que lindo! Adorei este post... e agora tô morrendo de saudades do Rio.
Bjo!!!

Dani disse...

Sinceramente?
Não dá pra ser infeliz no Rio. Eu, pelo menos, nunca consegui.
E Copacabana é como um comprimido que você toma pelos olhos. O efeito é garantido e imediato.

Grande beijo, Jôka!!! :-)

Monica disse...

uauuuuuuuuuuuuu! amei esse post!!!!

Sweet disse...

Eita! Q declaração de amor, hein? A propósito (nada a ver), eu já tinha tentado postar esse comment aqui e deu erro. Pqe será hein, q de vez em qdo não consigo comentar aqui? Eu hein!

Angela Ursa disse...

Jôka, procurei você no calçadão, mas não encontrei ;)) Bom final de domingo! Beijos e carinho da Ursa

Anônimo disse...

oi joka. aqui é seu primo, craudionor cruz. tempo tinha que nao vinha. lendo este email, tenho a sensacao que estas apaixonado. estas? espero que sim. tudo debom.