26 junho 2008

A Vingança da Mulher Tarântula

Na novela A Favorita, a sofrida personagem Catarina (Lilia Cabral) vai enjoar de tanto tomar coió do marido, o troglodita cruel e suarento Leonardo (Jackson Antunes, de nariz operado) e vai formar um casal romântico com Cléo (a loura Paula Burlamaqui), botando aquela aranha caranguejeira peluda e vingativa pra dar um show de lesbianismo mezzo-vaginal e mezzo-clitoridiano.
Ou seja, nessa novela, a mulher maltratada, de revanche vira sapata.
A Catarina é mal-comida. Então troca a mala-rústica do Jackson Antunes pela aranha-platinum-blonde da Paula Burlamaqui. Faz uma opção (homo)sexual.
Como se existisse esse papo de “opção sexual”.
Existe isso ? Lógico que não !


Claro que ninguém escolhe virar gay.
Assim como um gay ou lésbica não pode querer "se transformar" em heterossexual. Nem que a vaca tussa. Não rola. Isso é totalmente impossível. A pessoa nasce, vive e morre com a mesma orientação sexual, seja ela qual for, pau, cú ou xereca. Não rola essa tal “opção”.
Será que existe por acaso uma opção racial ? Uma loura, por exemplo, poderia resolver optar por se transformar em uma negona ? Ou vice-versa ? Não pode.
Existe ex-marido, ex-namorado, ex-amigo, ex-gordo, ex-rico, ex-pobre, ex-empregado, ex-patrão, ex-presidiário, ex-presidente, ex-puta. Mas não existe ex-viado.
Até existe gay que (diz que) come mulher. Mas isso não é ex nada. É só um viado comendo uma xereca.
Assim como uma ex-lésbica, isso também não tem a menor chance de existir.
Não existe um ex-gay e nem uma ex-sapata.
Só gay e sapata, pra sempre, forever.
Nesses casos não existe “ex”.

Mas o nosso amor é lindo.

2 love

25 comentários:

Luci Lacey disse...

Joka

Vc fala na lata, otimo, gostei de saber mais.

Mas, Joka, o que anda acontecendo com a Gimenez?

Ou e golpe publicitario?

Propaganda enganosa, sera?

Beijinhos

Ai como eu tento varias vezes, colocar a verficacao de palavras, rsrsr

claudio disse...

oi jonas
acho que todas as coisas giram -
e giram em torno da mesma coisa:
o círculo !

não há vida integral -
o hímem tem que ser rompido
e o óvulo penetrado:

somos frutos de várias furadas !

abrs

Homossexual e Pai disse...

poxa!!! não existe ex-gay? nem desconfiava...achei que o pessoal ligava o on/off da tecla SAP a hora que quizesse!!!

heheheh

muito bem humorado este post!!!

Linda Carioca disse...

Concordo em Gênero, número e grau ! BJS! Quanto a Gimenez... não sei... pode ser amor, pode ser publicidade, quem saberá ? BJS!

DO disse...

É o que sempre digo tbem,JÔKA: não existe mesmo este negócio de "opção sexual". Putz,fico tão incomodado qdo leio isto.

Palmas pra vc!!

Abraços!

Olga disse...

Acho tão bobinhos esses romances publlicitários. Pensei que o mundo dos negócios não necessitasse mais disso.
Mas talvez o mundo dos rompimentos amorosos exija uma espanada na cara do/a ex-amado/a. Nada é mais perigoso e furioso do que uma mulher rejeitada, já dizem...
E ainda dá uns pegas num bofe.

a vizinha fofoqueira disse...

Hehehe, esses dois são tão convincentes quanto as fotas do Gugu na Caras "pegando" a Fabiana Andrade - que, diiiiizem, diiiiizem - levou um apê, na época, como prêmio pelo teatrinho (fotos de mãozinha dada, e no máximo beijim no rosto). Só fico bege quando comparam esse lance dos dois com o atual affair da Ana Carolina. Nadaver, pois a mulé até saiu na capa da veja dizendo que é BI, uai.

E agora tá rolando um bas-fond com o *suposto* bofe do Junior Lima, que até ameaçou processar o "Te Dou um Dado".

Mônica disse...

colocando a leitura em dia, amore!

sumi, mas não te esqueci!
beijos e saudades

Gabriel disse...

A encenação de alguém que se pretende “ex-gay” é tão hipócrita e covarde quanto a de um homossexual que finge namorar uma mulher ou até se casa com uma, mas permanece freqüentando saunas e mantendo uma vida paralela.
Esses cantores e apresentadores enrustidos pensam que estão enganando a quem? A ninguém, só estão se expondo ao ridículo e prestando um desserviço aos gays que, como eu, lutam pelo direito ao respeito.

Angela Ursa disse...

Jôka, eu também acho que esses casos são tentativas frustradas ou meras experiências. Beijos floridos da Ursa :))

Vovó caminhoneira disse...

Jôka, sou mãe, avó e lésbica.

vovózona disse...

Jôka, sou mãe, avó, bisavó, tataravó e lésbica.

Flávia disse...

Sem entrar no mérito de namoros publicitários, eu sou meio romântica...;) Penso que as pessoas se apaixonam, independente de raça, sexo, idade, religião, time e outras coisas mais. Mas vendo seriados, novelas e o diabo a quatro, reparei que esse negócio de frustar com o marido e "virar" lésbica tá na moda, né não?
Mas eu não entrei na moda. Eu nunca entro na moda... Continuo gostando do artefato masculino (sou tímida para dizer outra coisa......hehehe).
Beijos

Helena disse...

Olá Jôka. Opção é tolerar; aceitar os outros tal como são sem questionar credos, cores ou direcções sexuais.

Mas dáva cá um jeitão podermos optar, género, "ah e tal, esta semana vou naquela direcção mas depois retomo meu caminho!", digo eu, às vezes...

Mr cat disse...

O amor até é lindo, mas a Claudia Gimenez é feia e gorda.

Cristiano GO disse...

Este post ficou muito interessante... adorei o texto, as imagens e acredito que tudo isso parace tão simples e direto que dá até preguiça de falar para os incultos e os que fingem que tudo podem... Fico estarrecido com evangélicos que querem abolir a possibilidade de uma lei contra a homofobia... muita hipocrisia e falta do que fazer... afinal um filho de Deus deve amar o seu irmão ou irmã incondicionalmente...

Queer Girls disse...

Ah, Jôka!!
E o nosso casamento???
Vc era a minha última esperança!! ;)
Mas, que coisa linda é o amorrrr!!
bjo

eduardo disse...

Joka concordo em parte com você, mas a natureza humana é tão complexa, que algumas pessoas podem ter uma identidade sexual não definida. Agora, você está certo quando afirma que é difícil existir ex-gay ou ex-lésbica.

Milady disse...

Hmmm... adoro temas polêmicos na Avenida mais maravilhosa do Brasil. OLha tem algumas ingrejas evangélicas que juram que conseguem "curar" essa doença..

Muito absurdo, mas enfim, esse negócio esquisitos em que vivemos que se chama sociedade...

Liliane de Paula disse...

Nem sei o que dizer. Só que Cláudia Gimenez é tão feia, eu acho.

Márcia(clarinha) disse...

Dando muitas risadas com os comentários das vovós, kkkkk

Pois então, vamos aos fatos: concordo com você que não existe opção, nem ex,ou gosta ou não gosta, ou dá ou desce ;)

Quanto as suas meninas estarem sumindo, fica relax que eu sou uma boa menina e não sumirei, posso até dar umas voadas, mas nada tão alto, sempre darei rasantes por Copa.

lindos dias JÔka com carinho em Gigi
beijos

*até nesse caso o amor é lindo, rss

claudio martins disse...

jonas
em 99% dos casos, homens sensíveis que trepam com mulheres mais velhas e menos bonitas, se não são michê, são gay ... por que será ? coisa de mãe ? esse rapaz e a claudia são apenas mais um 'casal estranho' nas estatísticas ...

abr cl

Diz disse...

Jôka, então, segundo o Cláudio, eu terei que arranjar um gay para transar, homens não acho hohoho
adorei seu post divertido e esclarecedor :) concordo com vc, mas eu tive uma cliente 'entendida', não gostava do termo lésbica, que viveu só com mulheres e dizia, pasme, que não era lésbica, mas que tinha medo de homens- o pior é que vivia com mulheres machistas e violentas, rudes. Pior que mtos homens.
Enfin...
Bjocas, Laura

Engraçadinha disse...

Kuaááááá!
Eu sempre disse isso.
A parte q eu mais gostei, foi qdo vc disse q um gay q come mulher, é só um viado comendo uma xereca!
Kuáááááá!!!

Ladir disse...

Xereca é mara !