13 fevereiro 2007

Só doi quando eu Rio



Todos nós estamos assustados, chocados e muito, mas muito tristes com tanta violência e covardia.
No entanto, o Rio de Janeiro nunca deixará de ser a Cidade Maravilhosa.
E o carioca sempre será um povo feliz, do bem, que recebe o mundo de braços abertos e sorrindo.



Amigas e amigos, eu sei que vocês, aonde estiverem, estarão torcendo por nós.


Fotos - Jôka P.

42 comentários:

Alessandra Raake disse...

Ô Jôka, realmente toda essa onda de violência assusta, mas isso é certo, o brilho do Rio nunca vai se apagar. É uma pena que em um país como o nosso a violência corra solta como um bicho sem dono. O Rio é um lugar lindo, de gente linda e sorridente com em qualquer lugar do Brasil. Mas, o Rio de Janeiro é único não se encontra outro em lugar algum!

Jôka P. disse...

Atenção :
Não estou em nenhuma "blogagem coletiva", viu !
Tô fora dessa moda.
Coletivo pra mim só ônibus circular.
E olhe lá !

Sonia disse...

Há muito tempo que não vou ao Rio, mas tenho visto através de "Páginas da Vida" a maravilha que é a sua cidade! Estou sempre me lembrando ao ver as cenas de que "essa é a Cidade Maravilhosa do Jôka"! Estou torcendo por vocês!
Abraços!

Alziro Patafisico disse...

Claro que todo mundo está e sempre estará torcendo pelo Rio, afinal não tem Brasil sem Rio. O Rio é a síntese cultural do país. Onde os sintomas aparecem primeiro.
E se tudo der certo, onde o país se cura primeiro.
Alô alô Realengo, aquele abraço!!!

GUGA ALAYON disse...

É hora de torcer pelo mundo acima de tudo. O caos é geral.
Abraços paulistanos

Leleco disse...

Jôka,

O que ocorreu aqui no Rio com o menino João Hélio, poderia ter ocorrido em qualquer grande cidade.

Fiquei estarrecido e muito triste mesmo. Foi um ato de pura covardia.

Mas o povo Carioca está mostrando que irá superar mais esse golpe.

Um abraço,
Leleco

Hanny Meire disse...

Olá, Jôka, tudo bom ? Eu escrevi um posto falando da minha indignação e hoje, ao ver o site da Veja, copiei um texto maravilhoso de um colunista chamado Reinaldo, muito inteligente por sinal, e que graças a Deus, assim como eu, não é adepto da demagogia e do coitadismo !!!
Vc deve saber que infelizmente eu "moro" no Nordeste há 12 anos, e só em Salvador, são dez anos, né ???
Pois bem, aqui tb as coisas não são flor que se cheire, e violência tem em qualquer lugar... pois vc acredita que em um blog eu vi o seguinte comentário "Porque será que lah no nordeste n com pobreza , seca e fome não tem gente assim?"
Fiquei com tanta raiva da ignorância desse cidadão que fui ao blog dele e contei algumas das situações de violênica que já sofri, vi, vejo aqui em Salvador e disse que aqui não se divulga nada ( O QUE É VERDADE). Ele me respondeu, muito chocado, que não sabia que era assim.Como pode no mundo de hoje alguém achar que aqui não existe violência ?
Fico bolada em ver que tem gente que pensa que aqui no NE está tudo em paz... coitado do Renato Russo que cantava isso e que não conhecia o NE, com certeza !!!!
Olha, se fosse divulgar tudo que acontece aqui... e sem contar com o carnaval e as micaretas, onde uma das modas é a facada no pescoço e tiro na cara !!!!

Tina disse...

Oi Jôka!

Gostei do post: sou defensora do Rio, você sabe. E os únicos "coletivos" que povoam minha mente nos últimos tempos são "covil", "corja", "horda"...

beijos querido,

Janaina de Almeida disse...

Olá Jôka meu rei,
o grande problema são certas pessoas que agem de forma covarde e cruel.O que fizeram, fariam em qualquer lugar do mundo, não somente no Rio de Janeiro.Por isso, sempre que eu posso, defenderei sempre a nossa cidade, e vamos confirmar que o Cristo Redentor é a Maravilha do Mundo!!!!!!
Hoje mesmo eu li no jornal "O Dia" que quase aconteceu a mesma coisa , só que a mãe salvou o filho a tempo...
Um abraço e tudo de bom,
Janaina de Almeida, Vila Isabel.

Kristal disse...

Claro que crimes terríveis também acontecem no interior do Brasil, nos cafundós do brejo de qualquer lugarejo, assim como no Nordeste ou nos pampas gaúchos.
Gente ruim e ordinária existe em qualquer lugar.
Mas o Rio tem muito mais visibilidade e é notícia no mundo inteiro.
É para cá que todos os focos estão sempre voltados.
É para cá que todo mundo olha, e não para Cachoeiro de Macacú, Prainha do Forróbodó ou Santa Maria Rita de Cássia.
Daqui todo mundo quer falar.
Nós somos o centro de todas as atenções.
E com toda razão.

Carol disse...

Quando você é carioca e mora fora, tem que aturar todo um povo recalcado por não morar em uma cidade linda como a nossa. Numa hora como essas, os recalcados e recalcadas aparecem. Mas a verdade é que violência existe em qualquer grande cidade. É triste, muito triste. O que não pode acontecer é a morte do menino não servir para despertar as autoridades de todo o país.

Laura disse...

Estou sempre torcendo pelo Rio, eu penso que um dia poderei voltar, quem sabe.
Amo esta cidade.
Bjs Laura

Márcia(clarinha) disse...

Sem duvida,para sempre estarão torcendo por nós.Nesse momento estou triste pela impotência de não poder mudar nada,por ter netos,por não entender o significado de crueldade barata :(
Parabéns pra Môka, felicidades!
Dei risada com seu comentário mas eu tb nunca fui miss e gosto do Pequeno Principe,rssss
beijossssssssssssss

Angela Ursa disse...

Jôka, infelizmente, essa tragédia ocorreu no Rio, mas poderia ter ocorrido em outro estado, como SP. A Ursa carioca ama o Rio e torce pela paz aí!! Beijos saudosos!

Naldy disse...

Eu não entrei em blogagem coletiva pois nem sabia do que estava acontecendo aí no Rio.
Sim, o Rio de Janeiro vai continuar sempre lindo.
Que esse povo marginal suma daí!
Hoje é valentine's day por aqui. Dia de se comemorar o amor!

Solange A. disse...

Oi Joka, eu sou mais uma que está torcendo, para que o meu lindo Rio de Janeiro supere este trauma. Estou muito longe do Rio, mas nem por isso a dor deixa de ser profunda.
Te leio sempre, adoro este espaço!
Mil beijos

Taia disse...

Bonito, será sempre assim.
Rio é notícia.
Para o bem ou para o mal.
Tristeza e carnaval. Lado a lado.
É capaz de ter samba na avenida, lotação na Terreirão, como na sexta e a maior paz e numa rua singela assalto e violência.
Eu vivo isso todos os dias. A espreita de uma coisa, mas vou a praia, rio no bar, curto meu samba e sou feliz, com medo mas feliz.
É uma pena tudo de ruim que nos acontece. Tem que mostrar indignação, revolta e tudo o mais para podermos apenas sorrir.
beijo amado, estarei aí na Banda do Braguinha, no quintal da sua casa.
beijo enorme.

Erika disse...

Chorei e ainda choro muito com este caso deste menino.
O Rio é lindo. Vou aí tantas vezes e nunca tive um problema sequer. Passeio por Copa sempre e nunca tive um problema que fosse.

Lindo.. sempre será lindo.

Estas 'paisagens feias pintadas por mestres do mal' precisam ser retiradas destas paredes de mar.

Beijo

Gil disse...

Tenho a impressão de que a família de João Helio não deve estar nem um pouco interessada em homenagens póstumas promovidas por autoridades e internautas. O que todos nós queremos é segurança e punição severa para esses criminosos.
Há poucos anos todos se comoveram com a morte da jovem Gabriela Maia, em uma estação de metrô. Os pais da menina se mobilizaram e recolheram assinaturas para tentar mudar as leis penais, mas até hoje, nada.
Ontem foi a Gabriela, hoje o João.
E amanhã ?

Gil R. Fernandes

Avassaladora disse...

Pois é, Jôka, nós estamos torcendo, pois o Rio não é só dos CAriocas é dos Brasileiros. Mas eu acho que temos que reagir... protestar...
Beijôkas pra você!!!

anna disse...

sabe jôka, creio que a única reação possível é nossa, da população, que além do luto não inerte e acomodado à barbárie, é fazer panelaços em brasília, nas câmaras das cidades, nas casas dos políticos, exigindo a tal vontade política e social que tanto falta para que resolvam esse absurdo. que sejam dadas condicões educacionais prá quem ainda não caiu na rede do crime, e educação e restauração para os que estão na cadeia.

Garçom disse...

Triste, muito triste isso. Mas pode ter certeza, todos estamos torcendo por vocês. O Rio merece a paz. Feliz carnaval procê, Jôka!

Ritoca disse...

Caro Jôka,

Torço muito por dias melhores para o nosso Rio.

Ando muito desconsolada e sem esperança com tudo o que está acontecendo.

Bjs

DO disse...

É a nossa torcida,JÔKA.
Lamentavel tudo isto.
Abração!

Olga disse...

O Rio ficou mais triste, sim. Essa selvageria acontecendo diariamente é vergonhosa. A vulgarização da violência me apavora. Duvido que no mês que vem haja mobilização em torno da morte desse menino.
beijo

Marcia disse...

Jokâ como você é pobre andando de circular hahaha.

Fazia um tempão que eu não vinha aqui. Adorei o novo template. E incrível como você tem a mesma carinha de quando era menino :)

Marshall disse...

E estamos torcendo mesmo! Independente do grau de violência, temos que olhar o Brasil como um todo e não cada um para seu nariz..
Certíssimo vc.
abraço!

eduardo disse...

Post cheio de espernaça!! Tenho esperança!!!

Zana disse...

Jôka, eu fiquei sabendo outro dia do que aconteceu com esse menino. Fiquei muito chocada. Nem imagino a dor dos pais.
É uma tragédia, crueldade de cidade grande.
Torcendo pelo Brasil e por todos brasileiros.

um beijo

Laura disse...

Joka, gente ruim tem em todo canto. Aqui nos Estados Unidos, um doido entrou num shopping center e saiu atirando em todo mundo ante-ontem. O Rio de Janeiro nao eh o unico lugar do mundo com violencia nao. O Brasil so precisa de governantes melhores, leis melhores, maior seguranca. Mas isso eh o Brasil inteirinho, nao somente o Rio.
O Rio continua e sempre sera lindo. Aquela noveleca das 8, que eu nem gosto muito, mostra umas cenas do Rio todos os dias, e eu nunca canso de dizer, que cidade linda que o Rio eh.
Beijos grandes.

Quel disse...

ESTOU SEMPRE TORCENDO MEU QUERIDO, VC SABE E TEMOS REALMENTE QUE LUTAR CONTRA A IMPUNIDADE.
MAS DE QUALQUER FORMA, O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDO!
UM BEIJO IMENSO, MEU LOURO

Mônica Montone disse...

Joka, querido, esqueci de dizer que achei ótimoo novo lay quando passei por aqui :O)

beijocas

MM

www.finaflormonicamontone.blogspot.com

Cássia disse...

Jôka, um feliz aniversário - ao longo de todo este ano - para a sua irmã. :)

E, hoje é dia de São Valentino. Dia dos casais! ;)

Falar e contar sobre vitórias e conquistas é coisa para blogueiro, que mostra o cotidiano real.
A Baixada sempre foi considerada por todos como um local meio complicado, e mesmo sendo fluminense, não é o Rio dos Turistas, dos Cartões Postais.
Uia! Peguei pesado?
Em terras capixabas, temos as nossas Baixadas, também...
Quem não as tem?!

O Peixe disse...

Joka

Morei 18 anos (a primeira vez morei 2 anos) ai no Rio e foram dezoito anos de governo Brizola ou estilo Brizola. Tenho muita fé no Cabral, não sou fã dele nem de nenhum político, mas a era Brizola acabou. Tivemos governantes (estado ou prefeitura) medíocres tais como, Sra. Garotinho, Garotinho, Bené (durante um curto tempo graças a Deus), Marcelo Alencar.... passando pelo bebe chorão (que não era Brizola mas também não foi porra nenhuma) e finalmente o populismo do Brizola. A base do governo durante todos estes anos foi enfraquecida e o crime enriqueceu, pois me lembro muito bem que o Brizola não deixava a policia subir o morro.
Pode até levar um tempo, mas os governos que agora entrarem forem realmente sérios acho que o clima de segurança do Rio vai melhorar e muito.
Espero muito que volte como era antes, quando fui morar pela 1º vez ai (bem antes do brizolismo), quando tinha 9 anos e morava na Ilha do Governador. Morava ao lado da Escola de Samba quando era no endereço antigo. Meus pais podiam ficar despreocupados bebendo cerveja com os amigos, enquanto eu ficava na rua brincando como qualquer outra criança, pipa, marimba, skate de bunda, bola e praia, muita praia.
Esse é o Rio que tenho em minha lembrança e é o Rio que eu desejo a você e todos os cariocas.

tertu disse...

desculpe,caro jôka,mas de que Rio você está falando??
abs.tertu

Di... disse...

Bom dia Lordinho....
Sempre...
Bjs....

Yvonne disse...

Querido, parabéns pelo seu incansável objetivo de sempre elogiar a nossa cidade. Beijocas

Marcia disse...

Jôka eu não tenho voz de caipira não, mas se a gente se encontrar por favor, não me peça pra falar verrrrrrde, verrrrrrrrrrrrrrmelho e nem porrrrrrrrrrrrrrta :)

liagnoronha disse...

Jôka: claro que uma carioca tem que torcer pela sua cidade continuar...maravilhosa!!!Bjus pr a eu amigo de Copa.

candice disse...

Jôca... q. bonito seu "blog"..!!
realmente a violencia existe no pais inteiro... mas pq. este carioca q. vive em Salvador, ficou tão indignado pq. "alguém"
falou q. no NE existe um indice
de violência menor?!... Realmente
o Rio de Janeiro é sem dúvida a
cidade + bonita do MUNDO...mas q.
a violência aí ñ se compara com
a de qq. outra cidade do Brasil
é VERDADE. mas enfim tudo é BRASIL,

um pais enorme, bonito, !"abençoado
por DEUS"..mas desde os primordios
mal administrado. Adoro o Rio, mas
com todo preconceito ainda existente do "imperialismo do sul"
nosso nordeste é ma.ra.vi.lhoso!!
tem cultura propria meu irmão.
Salvador então, nos apresenta esta cultura afro tão rica e tão bela.
Fortaleza, Natal, S. Luis, Recife.até Fernando de Noronha faz parte do NE..isso é o nosso BRASIL.Q.aPAZ REINE TBÉM NO CORAÇÃO DOS PRECONCEITUOSOS..com
nordestinos, negros, judeus,
gays,pobres, ricos, todos nós somos
iguais, nascemos num país onde a
Educação deveria ser prioridade,
assim pensava um Darcy Ribeiro,
um Paulo Freire e mtos outros brasileiros dignos q. já se foram..
mas.... a verdade é q. "ORIO DE JANEIRO CONTINÚA LINDO"!!!..bjo

Chris disse...

Eu torço muito para que um dia as coisas melhorem para os cariocas e para os brasileiros.
Bjo!

Ivo Korytowski disse...

Somos um povo bom, alegre, alto astral. Aqui jamais aconteceriam extermínios em massa como na Alemanha, Rússia, agora no Iraque. Esses surtos de violência que nos assustam são estranhos à nossa cultura, ao nosso espírito.
Jôka, obrigado pelo comentário simpático que deixou no meu blog. Tive uma pane no computador, durante duas semanas tive que utilizar um computador backup, não pude avisar das atualizações do meu blog. Vá lá que tem novidade!
Aos pouquinhos vou preparando a postagem especial sobre Copacabana. Você deve ter observado que nas postagens sobre a Urca e Barra coloquei depoimentos de amigos que lá moram. Você não gostaria de escrever um pequeno texto, umas confissões de um morador de Copa, pro meu Literatura & Rio de Janeiro?