18 setembro 2007

A mulher de verde

Copacabana é um bairro cercado de gente bizarra por todos os lados.
Uma das figuras mais estranhas e conhecidas que circula por aqui é a mulher de verde.
Como imagens valem mais que palavras, dá pra ver que ela usa tudo verde, bem verdinho dos pés à cabeça, incluindo cabelos e unhas.

Além disso, quando essa senhora anda pela Av. Atlântica, só pisa na parte branca do chão – vai acompanhando os desenhos sinuosos das famosas ondas de pedras portuguesas do calçadão e cantando algo assim que eu não saberia repetir, mas que parece uma espécie de mantra.

Acompanhei um passeio da bizarra mulher de verde e fiz essas fotos.
Ela, que sempre chama tanta atenção por onde passa, não se importou, não achou ruim, ficou super na dela.
Acho até que curtiu.

Copacabana é que nem as Lojas Americanas: tem de tudo.
Gente de todas as cores e feitios, com manias e excentricidades inimagináveis, pra atender a todos os gostos, convivendo numa boa, lado a lado.
E que seja assim, sempre assim, até o final dos tempos.
Amém.

BÚ !
fotos - Jôka P.

45 comentários:

Angela Ursa disse...

Jôka, a Ursa achou ótima essa mulher de verde! Ela parece uma planta e ia se dar muito bem se morasse na Floresta ;)) Eu me lembro que, uma vez, você fez um tópico com uma mulher que só andava de branco. Realmente, Copa tem umas figuras muito originais! Beijos da Ursa carioca :))

Sonia disse...

Em Copacabana conheço a que se veste de freira, Ipanema tem a que se veste de branco (agora mudou para o rosa), mas a de verde eu vi neste sábado passado pela primeira vez.

Alziro Patafisico disse...

So pode ser a irma mais nova da Elba Ramalho.

Sraake disse...

Gente que loucura! Ela tem "estilo"! Imagine ter que sair assim na rua e ainda criar uma "marca" como a de andar apenas pela parte branca do calçadão. Ela tem é orgulho de ser brasileira, olha lá as cores da bandeira no chapeuzinho dela. Mas estranho, óculus preto?
Beijôkas!

Polly disse...

eu AAAAAAMO gente freak....gente e coisas bizarras:) que figura esta de verde!! a-do-rei!!
beijos

Liliane de Paula disse...

E vc tentou conversar com ela? Deve ter uma história que pode ser interessante.
Liliane

Renato Medeiros disse...

meeeeeu deus
HAUAh UA hUhAU hA
até o CABELO da "srta" é verde
fantástico

cada figura q tu encontra por ae

realmente
imagens valem mto mais q palavras
nesse caso mesmooo!

abraços

Chris Pessoa disse...

Sempre que vc posta sobre essas pessoas, fico imaginando qual seria a história dela... essa aí, por exemplo? Será que ela assistiu aquele filme "Melhor impossível" onde o personagem do Jack Nicholson só pisava dentro dos quadradinhos da calçada e resolveu fazer parecido? Ou será que, quando ela era criança, brincava de pisar só na parte branca e brinca até hoje? E o verde? Será que ela pensa que é um gafanhoto?! Haha... já estou viajando. Bjo!

Laura disse...

Que figura, Joka! Aposto que voce nunca tem um dia de mesmice morando ai.

Jôka P. disse...

Liliane,
sempre vejo a mulher de verde passeando em Copacabana, que é muito popular aqui no bairro, mas nunca tentei conversar com ela.
No entanto já a vi falar com um vendedor ambulante de refrigerantes - ela perguntou se tinha o H2OH!, aquela água com sabor limão, que por sinal vem em uma garrafa verde.
O camelô não tinha o tal H2OH! e ofereceu picolé de limão.
A mulher de verde recusou, agradeceu e continuou o passeio, caminando somente sobre as pedras brancas do calçadão da praia.

DO disse...

Só na ultima foo é que convenci-me de que se tratava mesmo de uma mulher.
Antes parecia uma trava,heheeh

Cada uma,hem JÔKA

Abração!

Sonia disse...

Que demais, Jôka! Ótima reportagem! Muito bizarro mesmo! Tudo verde... Ah! mas os óculos fugiram do padrão, são pretos com lentes azuis!

Me lembro de um post que você fez de uma mulher toda vestida de branco, muito estranha também!

Avassaladora disse...

Hehehe... terra de doido isso ai, só salva você!!!! Ou não???
Beijokas!!!

Márcia(clarinha) disse...

Creioemdeuspai!!
Ela deve ser irmã da mulher de branco, ô familia excêntrica, rsss
Dia lindo JÔka com carinho procê e Gigi
beijos

Luciane disse...

Jôka, eu reconheco uma gaúcha de longe, e essa "senhoura" é gaúcha. Ela é a tia desaparecida de La Bündchen. A prova é aquela foto em que ela está de costas, idêntica à sobrinha.
Beijo

Alberto Pereira Jr. disse...

"Copacabana é que nem as Lojas Americanas: tem de tudo."

ADOREI a descrição..
q bizarra a senhora hein?
mas ela é autêntica... heheheh

Saramar disse...

Jôka, quem agradece sou eu. Você é a própria gentileza e eu o adoro.
Beijos.

Lila disse...

Jôka, se ela viesse na minha direção juro que teria medo...credo, cada doido nesse mundo! rs...
beijos

celinha baleia disse...

Sou muito mais exótica do que essa mulher de verde! Vou ficar lá na Avenida Atlântica passeando só de biquíni os meus 120 quilos de pura sensualidade até você me fotografar para publicar aqui. E se quiser vamos para algum lugar mais sossegado depois. Beijos da gorda !

MUTUMUTUM disse...

Pow! Me amarrei no traseiro dessa versão idosa da mulher-samambaia o/ Putzzzzz... zoeira o/

Figuraça!!!

Abraços o/

Ana D disse...

Outro JÕka ! Ahhh adorei a mulher-samambaia da terceira idade rsrsrs

Sonia disse...

Oi Jôka, sandália com meia branca também me dá arrepios! (risos) Foi uma brincadeirinha por causa do site que eu encontrei! Acabei de enviar a foto do Carlos com sandália e meia para o tal do site, que voltou a atualizar. Se sair, eu te aviso. Vamos dar risada juntos! Beijos!

Angela Ursa disse...

Jôka, dei um intervalo no trabalho e vim fazer uma visita a você :)) Aproveitei para fazer dois tópicos novos na floresta. Beijos e carinho da Ursa em ritmo acelerado

Taia disse...

Sério, eu tenho medo da mulher de branco, da loira do banheiro...e agora da mulher de verde!
Ainda mais depois do BÚ!
Vixi!
Jôka será ela a mãe, ou avó, da Mulher Samambaia?
Cadê o Ratinho hein? Teste de DNA já!
Beijo amore mio...

Silvia disse...

Nisso São Paulo é exatamente igual. O que tem de gente doida aqui....

Celina disse...

Jôka, sou a mulher que olha para trás, espantada, na terceira foto. Sempre vejo a mulher verde caminhando na calçada da praia e nunca deixo de me surpreender com ela. Fiquei muito surpresa e feliz em me ver aqui. Parabéns pelas fotos e por todo o seu blog, que adoro ler.

Janaina Staciarini disse...

Jôka, ainda não recebi o postal não. Mas tenho fé nos Correios que ele vai chegar. Sabe que eu nunca reparei na mulher de verde? Mas Copacabana tem tanta coisa linda, exótica (é assim que escreve?), extravagante e inebriante pra olhar...
Beijos.

palpiteira disse...

Se vc me contasse, não acreditaria. Incrível!
Beijo.

lucas disse...

tipo a mulher de prata ou branco, sei lá, que anda por ipanema.

acho que já essa moça de verde por copacabana, mas achei que era um alface ambulante.

Garçom disse...

Entendi. Copacabana é a Praça da Sé carioca. Bizar-ro!

Leleco disse...

Jôka,

Essa mulher de verde é corajosa. Talvez deva se alimentar de clorofila.

Se me contassem que verduras andavam, não acreditava...rs

Um abração,
Leleco

Angela Ursa disse...

Querido Jôka, a Ursa veio trazer um bolo florestal de aniversário para você. Parabéns pelo dia de hoje!! É big, é big...!! É hora!! Viva!! Muitas felicidades!! Beijos festivos e carinho da Ursa :))

FINA FLOR disse...

kkkkkkkk, acho que ela quis copiar a eterna Ana Maria, a mulher de branco de Ipanema, rsrsr*

beijos,

MM.

Hanny Meire disse...

Oi, Jôka, em Aracaju, há uma senhora um tanto quanto excêntrica, que chamam de " A véia do Shopping", pois ela só vive no shopping (bã, é óbvio, rs).
Ela passa hipoglós no rosto (sendo que é negra), usa uns penteados malucos e umas roupas tipo de mendiga! E o curioso é que todo mundo a conhece (tb, Aju é um ovo, só tem dois shoppings)e todos a tratam muito bem, como se ela não parecesse uma maluca, sabia ?

O ser humano é curioso ...

BJS!

eduardo disse...

Figuras bizarras que colorem o nosso cotidiano....

oultimocarioca disse...

Eu não sei se já comentaram aí em cima, mas acho q foi essa desgraçada que matou a Taís!!!

Ela se fantasiou de samambaia-ipanemense e matou a coitada!!!

Lu Toledo disse...

Só posso pensar numa coisa: lycra é tudo, não é mesmo minha gente!?

clabrazil disse...

Que figura!!!!!!!!
Adorei as fotos.

Clarisse

Daniele Domingues disse...

Bem Pessoal, gostaria de saber onde ela mora pois, uns dizem que é em Copa, outros na Barra e ainda em Campo Grande...

Renato disse...

Eu a conheço, o nome dela é Terezinha. Ela mora em Campo Grande, sim. Ela costuma dizer algumas alucinações, do tipo que conversa com astros, fala sobre UFOs, e outras bizarrices. Mas ela é gente boa.

Anônimo disse...

Eu vi essa personagem de copa hj! Ela entrou no mesmo vagão do metrô linha 1 em que eu me encontrava. Ela pagou geral pra quem estava rindo dela, disse q as pessoas que riem dela não tem cultura, não sabem escrever, nem ler e disse que essas pessoas não são nada no mundo. Completou dizendo que ela é a única que pode rir já que ela é MADRINHA DO VERDE DE TODO O MUNDO!

Eva disse...

No último dia 07/01/12 tive o prazer de sentar-me ao seu lado e conversar prazerosamente com ela. Uma mulher viajada, com histórias lindas e reais. Suas escolhas pessoais não a definem e muito menos a limitam. Ao me aproximar, lhe disse que um dia desejo ser livre como ela. Talvez não use uma cor única ou ande apenas pelas partes brancas das calçadas, mas deixe de usar as máscaras sociais que trocamos com frequência. Sugiro que todos que desejarem se aproximem e descubram que pessoa fantástica ela é. O verde é mais um estado de espírito, assim me pareceu.

Eva disse...

No último dia 07/01/12 tive o prazer de sentar-me ao seu lado e conversar prazerosamente com ela. Uma mulher viajada, com histórias lindas e reais. Suas escolhas pessoais não a definem e muito menos a limitam. Ao me aproximar, lhe disse que um dia desejo ser livre como ela. Talvez não use uma cor única ou ande apenas pelas partes brancas das calçadas, mas deixe de usar as máscaras sociais que trocamos com frequência. Sugiro que todos que desejarem se aproximem e descubram que pessoa fantástica ela é. O verde é mais um estado de espírito, assim me pareceu.

Leonardo Moreira disse...

Eva:

Esta mulher é uma pessoa impressionante!
Sobre o verde, não tem absolutamente NADA a ver com estado de espírito e sim com a natureza. Ela tem este "estilo" peculiar por conta de um protesto pessoal que a mesma realiza diariamente em prol da natureza e dos animais. É isso.
E à TODOS OS OUTROS que postaram acima dizendo que esta senhora é de Copacabana, eu lhes digo: Sou vizinho desta grande mulher, somos moradores de Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ela vive passeando pela Zona Sul afim de chamar atenção mas poucos compreendem a real causa de "aparecer". Volto a repetir, ela é um exemplo de protesto contra os desmatamentos realizados em nossas florestas.
Grande abraço à todos.

Raphaella Marinho disse...

Ela é conhecida aqui em Campo Grande como a "mulher grilo".
Sempre de verde, com batons extravagantes.
Já a vi na Barra da Tijuca, em Campo Grande e agora descobri que ela anda por Copa.