07 outubro 2011

Love me tender


Meio dia. Estou na lan-house ao lado do trabalho, uma vontade enorme de escrever, escrever, mas sobre nenhum assunto especial. O computador da Galeria... hora funciona, hora desliga sozinho (é exatamente como eu). Vim pra cá de van, "Ipanema! Rocinha, Vidigal!", estava com preguiça de vir andando pela (linda) Avenida Atlântica. E atrasado, também.

Acordei tomado de uma alegria quase eufórica, a sensação de que todos os esforços pra permanecer aonde estou, estão dando certo. A certeza absoluta de que sou forte e que - junto com meu companheiro - consigo enxotar os patéticos vampiros emocionais, seres mesquinhos que parecem se nutrir somente da vida dos outros. Get a life! Tenham uma vidinha própria! Será que é pedir muito?

Vontade de dar um jantar pra trinta pessoas. Champagne, vinho Beaujaulais, Coca-Cola, macarrão e risadas. Uma festa celebrando a vida. Vida! Vida! Vida! Parabéns vida! Parabéns meu amor! Parabéns Jôka P.! I love me (apesar de estar meio gordo).

3 comentários:

Cristina disse...

Joka, tu eh lindo!! Adoro entrar aki e ler estes PostS... Eu tbem kero dar um jantar ... Mas pra duas pessoas... Uhuuhuhuhu... Tocou a sirene!!!! Beijocas!! A vida eh a gente ke faz!!!!!!!

ana de toledo disse...

Oba!!
Eu adOraria!!
Levo sandubinhas da Sra. Oshiro!!!!hehehe
♥♥

As Tertulías disse...

Me convida ??? :-)) e fora com os patéticos, invejosos vampiros emocionais... pois é, eles tem que se ocupar da vida dos outros, pois nao tem própria... já estao mortos... n'est ce pas?