02 julho 2005

Giselle Montfort


A mesma editora, também lançou uma coleção de quatro livrinhos em sequência :

“As Memórias Secretas de Giselle Montfort,
A Espiã Nua Que Abalou Paris.”
Giselle era a mãe de Brigitte Montfort.


"As Memórias Secretas de Giselle, A Espiã Nua Que Abalou Paris" , apareceram pela primeira vez em 1948, sob a forma de folhetim no extinto Diário da Noite do Rio de Janeiro.

Em 1952 foram reunidas em livro.

Em março de 1964, a Editora Monterrey adquiriu todos os direitos dessas memórias e as relançou em quatro volumes que foram distribuídos em todas as bancas de jornais do Brasil.

Na década de setenta foram re-publicados, e foi então que eu os li.

10 comentários:

BethS disse...

caraca, também li esse livrinho. Amava!

Anônimo disse...

demais mesmo. tenho vontade de ler tudo de novo. que bom rever giselle. bjs chloè de montfort

Jôka P. disse...

Beth, a gente é do tempo desses livrinhos, né ? Na minha infância, revista de história em quadrinhos ainda se chamava GIBI. Lembra disso, Dona Beth Salgueiro ???

Joel disse...

Pois é Jôka na minha infância, Giselle Montfort e Gibi eram coisas proibidas, minha mãe dizia que era pecado ler esse tipo de "coisa". Mas essa espiã sempre me despertou a libido não consegui ficar longe dela também.

Anônimo disse...

Pois é, hoje é dia de recordações...
Ainda há pouco revi todas as músicas do Raulzito Seixas no Youtube.. e agora pelo Google descubro Gizelle Montfort.. a primeira paixão de minha vida.
Sou agradecido a quem quer que seja o responsável por esta minha viagem no tempo.
Paulo Chinel... Fortaleza-Ceará

Anônimo disse...

Gente...

meu pai escolheu meu nome por causa desse livrinho....

Achei legal saber a historia

rsrsrs

Giselle

Gisely Paulino disse...

Adorei teu blog!
por oportuno, também informo que meu nome é por causa do livrinho de Giselle Montfort.
Abraço,
Gisely Paulino

Gisa Albuquerque disse...

Gosto muito de ouvir falar desse livro, porque meu nome também foi por influência dele. Meu pai queria um menino e iria se camar Guilherme, quando soube que era menina estava no corredor da maternidade sentado lendo este livro... Não deu outra, está a Gisele aqui!!! rsrsrs ...
Parabéns pelo blog...

Gisele Albuquerque

Nana B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nana B. disse...

Li, mais de 10 vezes...e olha, q eu devia ter uns 8 anos, quando li da primeira vez.

Cara, jamais vou esquecer essa estória!

Himmler, ai como eu odiava ele!!!

beijos, galera!

Nana